Eles lutam o tempo todo
Lutam o tempo todo
Estão sempre tocando fogo
Fogo dentro de mim
Às vezes eles me magoam
Tem dia que eles me machucam
Rastejam e voam
Ofendem e não se perdoam
Eles estão dentro de mim
E comigo irão até o fim
Podem tentar me enlouquecer
Mas não desisto do controle tão fácil assim

Eles moram na minha mente
Moram no meu coração
Confundem minhas certezas
Me trancam na escuridão
Me liberta, Senhor
Pois eles não estão prontos
Como aquietou as águas
Acalma meus monstros

Às vezes me deixam doente
Balançam minha convicção
Querem me devorar
Com tristeza e aflição
Tento harmonizá-los
Mas acabo por irritá-los
Cada monstro reivindica suas próprias vontades

Ora se tornam covardes, ora se tornam ferozes
Construí minha maquete do mundo perfeito e lindo
Nela todos estão juntos em paz se divertindo
Como nas sagas bíblicas
Quero viver histórias de conserto idílicas, idílicas

Eles moram na minha mente
Moram no meu coração
Confundem minhas certezas
Me trancam na escuridão
Me liberta, Senhor
Pois eles não estão prontos
Como aquietou as águas
Acalma meus monstros

Acalma meus monstros
Acalma meus monstros, Senhor Jesus

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog