Hãn hãn hãn
Hãn hãn hãn

O que cêis quer de mim?
Sem intenções ruins
Olha onde nois chegou
E era pra ser assim

Me vejo distante de sonhos enganos e manos
Que nem sabem bem o que quer
Sei que vários vão falar que eu tive sorte
Mas eu sei que tive fé
Há dois anos atrás eu olhava pra frente
Sem nem saber bem entender o que era (mano)
O show nem era na norte
E eu sem carona e sem moeda
Me arrumei procurei revirei as gavetas do quarto
E não arrumei nada
Onze e vinte e três
Meu filho com um mês, o salário atrasava
Empresa super canalha
Mas eu disse que se foda essa porra toda
Mano, não vou ficar sem fazer nada
Trombei o giko, 10 min de ideia
Nois fumo um beck, eu pulei a catraca

Se eu fizesse como a vida quer?
Talvez hoje não estaria aqui
Areia não deixa o castelo em pé
Toma cuidado pro seu não cair
Aqui não foi fácil também mano
Aqui não teve boi também mano
Eu tive que lutar também mano
Se cê tá bem
Ta tudo bem vamo embora

Pra um lugar tão lindo
Que eu nem posso ou consigo imaginar
E essa justiça que é injusta
E assusta não possa ou consiga nos alcançar
Ele nasceu com tudo mas não conquistou nada
Eu não nasci com quase nada
Mas eu conquistei tudo que eu tenho
A única coisa que eu herdei do meu pai foi coragem, jão
E por isso eu me empenho
A vida não é desenho o que você fez
Não se apagará com uma borracha relaxa
Se faz o certo é o certo que te espera
Se pensa e só faz merda, o que você acha?

São dias, meses, anos, que se passam
E as vezes os olhares se disfarçam
Meninas, copos, drogas, só dispersam
Então que os sorrisos falsos se desfaçam

Quem rejeita é rejeitado
Quem respeita é respeitado
Toda ação vai ter um efeito e um resultado
E se eu tivesse escutado quem falo que era zuado
Não via as nota tava contando trocado (jão)
E nisso tudo minha lição foi um conselho
Que o culpado de tudo que me acontece tá no espelho
E do seu lado a minha prece parece ter mais efeito
Sim, nada e perfeito mas não vou me contentar
Em olhar no espelho
E saber que eu não vou mudar
Aceita a merda de vida que o governo quer me dar
Quer te dá, quer roubar se fuder
Não vou estudar pra ser não sei o quê (ahh)
Ser um nada com trinta de idade
Com três faculdades pela metade
O ensino se resume a apostila
E a microcefalia aqui se torna verdade
Alternativas não existe opinião própria
Só mentes estampadas com selo de qualidade
Mas todo mundo pode ser um pouco mais
Basta se tocar e acordar pra realidade
Conheço mano que daria tudo
Pra um dia ser chamado de doutor
Pra ter a facul, que aquele boy cú
Tranca, alegando que ele não gostou
O ser humano vai destruir tudo
Somente defendendo as coisas que ele criou
Acabar com um mundo
Pra ter outro mundo doente
Onde todo ser se infectou

O que vier só vim
Isso não é só por mim
Nem tudo se acabou
Nem tudo tem um fim
Um plano de milhões
Milhões num plano só
Barracos e mansões
Visão que formam nós
Não adianta reclamar
Cartaz não vai mudar
Se eles não ouvir
O jeito é nois lutar
Arma é pra matar
E não pra proteger
Bomba efeito moral
Mas a moral cadê?

Tudo vem como se fosse embora
Como se fosse embora
Leva parte de mim
Pra longe de mim enquanto o céu chora
Nada bem, mas você comemora, pois
Mais um dia é gloria
Leva parte de mim, pra longe de mim
E o mundo grita lá fora

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir