Um descuido, estúpido erro
As palavras que eu não devia dizer
Que bobagem
Que atitude errada
E minha ingênua confiança acabou

Desperdício de explicação
Os meus olhos já não podiam mais ver
Uma lágrima
Uma linda canção
Não é simples buscar o perdão

E agora que as plumas estão soltas ao vento
Tento juntá-las
E agora que a ferida está aberta
Eu tento curá-la

Minha curiosidade de menina
Que me fez fazer coisas
Que eu nem tinha vontade
Declaro culpada a minha curiosidade

Minha curiosidade de menina
Que me fez fazer coisas
Que eu nem tinha vontade
Declaro culpada a minha curiosidade
Declaro culpada a minha curiosidade

Me pergunto o que há em mim
E questiono porque tem que ser assim
Se não ligo
Ou se deixo passar
Ou até perdoar

Que ironia essa situação
É amargo o sabor de não ter razão
Mas espere
Tudo que há de bom em mim
Está aqui dentro do meu coração

E agora que as plumas estão soltas ao vento
Tento juntá-las
E agora que a ferida está aberta
Eu tento curá-la

Minha curiosidade de menina
Que me fez fazer coisas
Que eu nem tinha vontade
Declaro culpada a minha curiosidade

Minha curiosidade de menina
Que me fez fazer coisas
Que eu nem tinha vontade
Declaro culpada a minha curiosidade
Declaro culpada a minha curiosidade

Declaro culpada a minha curiosidade
Declaro culpada a minha curiosidade
Declaro culpada a minha curiosidade
Declaro culpada a minha curiosidade

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Arnaldo Saccomani / Dahiu Rosenblatt · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Raphaela, Legendado por Renata, Amanda e mais 2
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.