Bela tarde de um dia qualquer
Andando no bosque sem nada a fazer
Ao lado do espelho que o deixou na historia
Discreto sorriso diante das águas da ilusão
As mais belas meninas estavam ali
Em busca do cupido amor que o teu semblante o tomou
Chorando, implorando e sem entender.
Buscando explicação

Liriupi
A culpa e toda dela
Ela que deixou o menino se isolar
Liriupi

Nao ha mais como explicar
A sua voz macia nao vai me enganar
Ela andava tão ocupada
Porque tinha as suas razoes
Sem prestar atençao no menino
Que jugava ser certo o caminho
Sem outra opinião
Liriupi
A culpa e toda dela
Ela me falou
Que ele chamava pelo pai

Liriupi
Se o erro nao foi seu
Me diz entao
Quem vai ter que pagar
Liriupi
A culpa e toda dela
Ela me falou
Que ele chamava pelo pai
Liriupi
Nao ha mais como explicar
A sua voz macia nao vai me enganar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts