O sol
O céu
Olha pros meu pés sujos de terra
Meus cabelos cheios de areia
Agora fecha os olhos
Pra viver a noite inteira
Como se o dia fosse maré cheia e o que você enxerga é só o que é capaz de imaginar
O som é percebido de maneira etérea e se mistura com as folhas que dançam no ar
Os uivos e cantos se entrelaçam e nada é como você pensa que vai estar

O céu
Não só
O sol
Sente como ele é encoberto pelas nuvens e como a água vai chegar
Os dias que se passam num segundo
Como o amanhã irá estar?
Colhe os frutos por quem tu vives
Sede de dias físicos e noites irreais
Observa a moldura verde da paisagem
O pôr-do-sol na beira da estrada
A dança dos garous na luz da lua
O cintilar da manhã que desponta
Sente a brisa passar e levar
O que não se precisa mais

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir