Eu vou contar a história da perna que eu tinha
E que eu perdi num desastre nos trilhos da vida
Não era grande nem média, era pequenininha
Minha perninha eu perdi. O trem decepou
(Mas que trenzinho, hem?)

Eu fiz de tudo pra ver se a perninha cortada
Ficava juntinho do resto só que não colava
Fui na seção de emergência do pronto socorro
Só que não houve remédio e a doutora falou:
“Mas que trenzinho, hem?”

Perna...
Minha perna querida
Já que não estás comigo
Eu uso a margarida

Perna...
Muito bom, muito bem
Hoje eu não ando a pé,
Mas você vai de trem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir