[Pelé Milflows]
Olha como ela vem
Corpo de mulher
Com cara de neném, ei
Igual você não tem (não)
Quero ter um filho com você (mozão)

Direto de São Gonçalo
Me ouve no rádio
Chega acelera o meu coração
Vem comigo, então
Nesse embalo nos embala nossa relação
Mas ela diz que não

Eu nunca entendo nada que ela faz
Às vezes acho que ela se faz
Se não for só nós dois
Deixa eu viver em paz
Mandou eu sai
Mas ligou pra voltar, ei
Ela é braba rapaz!
Ai!

Malícia na cara
Ela joga na cara
O jeito que balança esse bumbum
É bom demais
Linda demais
Não tem igual
Muito linda, muita chata
Reclama de tudo em casa
Mas na cama é bom demais
Gostei demais
Foi surreal

[SóCiro]
Mais uma noite sem rumo nenhum
Sentado na praça
Fumando um beck ruim
Enquanto ela passa
Eu bolo mais um
Pego a garrafa de rum
Num passe de mágica
Estamos deitados na cama os dois nus
Diz que eu sou seu norte
Ela é o meu sul
E ela é o meu sul

Então, bate com a raba no chão
Pode sentar e quicar
Sabe, nunca digo não
Liga só para me dar
E ela quer hoje me dar
Digo que a cama eu mudei
E hoje nós vamos quebrar
Ela me chama de rei
Teus lábios carnudos chupei
E nem disse o qual
Deixa que eu vou te molhar

Funk é a batida do gueto
Preto é como ela me chama
Senta então no seu preto
Entende que não dá
Mas mesmo assim reclama

E ela falou que gosta da Lua
E eu gosto dela nua (nua)
Eu gosto dela nua

E ela falou que gosta da Lua
E eu gosto dela nua (nua)
Eu gosto dela nua

[Olívia]
Hey, mamacita bela
Acho que sabes viver
Olha como cê mexe
Yo quero te conhecer

Baila mais um pouco que eu gosto de te ver
Me dá uma chance de chegar mais perto de você
Desde pequeninita nos diziam o que fazer
Como sentar, vestir, o que parecer e falar
Me conheci, cresci, perdi, enfim, o medo de ser
Canto a liberdade, passarinho quer voar

Sei que cê soma sete vidas
Simplesmente linda
Defeitos e qualidade
Vida longa a nossa luta
Essa é pras mina de verdade!
Suas curvas intrigam
Mas seus sorriso invade
Se ama sem medo, mana
Que o medo nunca é felicidade
Nunca é felicidade, não, não, é

Me olhei no espelho hoje
Bitch, I’m flawless and I’m fly
Se eu te deixar saber demais
Baby, cê fica high
Se pá que tô gostando
E não quero que cê pare
Hoje vou deixar cê conhecer só o meu fire

Fogo e fogo é chama
Vem me chamar que eu vou
Bailando despacito
Diez besitos no teu corpo

Fogo e fogo é chama
Vem me chamar que eu vou
Bailando despacito
Diez besitos no teu corpo

[San Joe]
E ela brisa na noite, o grave bate
A bunda dela vai no chão
Peversinha, um perigo
Essa maluca ama o paredão

Te fiz uma poesia, eu espero que você sinta
No luar da noite você fica mais bonita
Cabelos ao vento, minha preta mulata
Eu tenho certeza que esse nosso amor me mata

Eu penso em te buscar
Mas eu sempre tô de a pé
Um dia eu te convido pra ir lá no bar do Zé
Toma uma cerveja
Sei que você não nega
Deixa tudo comigo
Que com o Zé é sem miséria

Vai doer, vai sarar se eu te perder
E não te achar
Vou te buscar em qualquer lugar
Foi no baile de favela que eu vi ela rebolar

Linda, menina, donzela e a quebrada dela
É longe da minha, magia, malícia, molejo
E meu medo me mostra, mudança, maldosa
Vou de bicicleta

[San Joe e Olívia]
Você diz que não, mas tu pira em mim
Quero ver você dançando pra mim
Não te trago flor
Mas em cima do flow
Queria te dizer, ainda existe amor

[Todos]
E ainda existe amor (ainda existe amor)
E ainda existe amor (ainda existe amor)
E ainda existe amor (ainda existe amor)
E ainda existe amor (ainda existe amor)
E ainda existe amor (ainda existe amor)
E ainda existe amor (ainda existe amor)
E ainda existe amor (ainda existe amor)
E ainda existe amor (ainda existe amor)
E ainda existe amor (ainda existe amor)
E ainda existe amor (ainda existe amor)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir