Homem do Mundo (part. Criolo)

Rashid

exibições 3.372

Ô, senhor
Mais um dia de sobreviver meu Pai
Nessa terra de ninguém, São Paulo, SP, senhor
Pra saber
O dia-a-dia vai te ensinar a sobreviver!

Cidade grande, tempo curto
Felicidade é a meta, dinheiro é surto
Sinceridade é sorte, leio
Nos olhares que a vida é uma ladeira e a gente nasce sem freio
Feio, os barriga cheia secando o prato alheio
Chama de irmão mas quer por arreio
Leões, encontre seu dom
Porque o preconceito apaga os verões, pique Lafond
Corre, crise, cansa, calma
Desesperança é o câncer da alma
E avise daqui à Ásia que tenho a sede de vencer de um jogador de várzea
Então sonha criança, sonha, não se envergonha
Já passamo muito tempo de luto
E pra quem torce pelo choro dos outros
Nosso sorriso é um insulto

Eu quero ver você feliz demais, sofredor
Homem de fé, homem da city, homem do campo, homem do mundo
Você merece sorrir
E a gente vai ser feliz!

Tempo curto, estrada longa
É a tonga da mironga, o relógio zomba
Onda que leva os irmãozin pro meio do mar
Sem saber nadar. Por que? Responda
Inveja ronda a canoa
Mas cê num pode se importar mais com ela do que com as coisa boa
Abre-se um novo mundo, Prometheus
Cê tem mais medo do diabo ou mais fé em Deus?
É a luta por um diploma, terreno, goma
Carteira assinada, a saída de Sodoma
É o despertar do coma, é a vida
Seu visto de entrada pra terra prometida
O que é seu não virá na hora errada, meu
Pra voar tem que sair do ninho
E quem pensa demais na chegada
Perde toda a beleza do caminho

Eu quero ver você feliz demais, sofredor
Homem de fé, homem da city, homem do campo, homem do mundo
Você merece sorrir

Um pouco mais de malícia, irmão
Sem perder o amor no coração
Sistema é bruto, não perdoa ninguém, não perdoa ninguém

Homem de fé, homem da city, homem do campo, homem do mundo

Porque o ódio é alimento pro jão
Eu quero mais paz e amor pro coração

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir