Ovelha Errante

Regina Mota

exibições 26.459

Eu já fui ovelha errante,
do pastor eu me afastei,
quis seguir os meus caminhos
e do aprisco me ausentei.
Foi um passo após o outro
sem notar eu me perdi
e já era noite escura
quis voltar não consegui

E cercou-me o desespero
tive medo de morrer
pois o frio congelava
não podia me mover
porque fui assim tão longe
que tolice cometi
se pudedsse eu voltaria
para nunca mais sair.

De repente ouvi ao longe
uma voz tão familiar,
era o meu pastor chamando
quase rouco de gritar,
me avistou lah no penhasco
e correu pra me alcançar
estendeu o seu cajado
conseguiu me resgatar

Choro agora de tristeza
no meu peito sinto a dor
dor maior é quando penso
que deixei o meu pastor,
que me abraça em seu peito
e com força me sustém
seu amor então me acalma
e me faz sentir tão bem
seu amor então me acalma
e me faz sentir tão bem.

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir