Vai da trabaio, vai da trabaio
Avisa a mulherada que esse piá vai da trabaio
Vai da trabaio, vai da trabaio
Já falei alto e bem fundo
Não pode sorta no mundo
que esse piá vai da trabaio

Quando nasceu não deixou ser batizado
Derrubo a cumbuca d'água por cima dos convidado
E foi crescendo não quis saber de chupeta
Mamadeira nem papinha e nada de canjiquinha
Ele só queria teta

E na escola esse piá só aprontava
Nem com três coordenadora o atentado se aquetava
Matava aula pra ir andar a cavalo
Estropiava tudo as égua, nenhuma ele dava trégua
Esse piá vai da trabaio

Quando cresceu resolveu que ia estuda
Já com dezessete anos passo no vestibular
Na faculdade não fazia coisa errada
Mas começo a beber, se atraco num festerê
No meio da muierada

Domava égua, montava em toro brabo
Arrastava boi nelore pelo meio do banhado
Com a mulherada não era tão diferente
Se bobiá o pau atora, se não gosta vai embora
Porque tem outras na frente

A vida toda sempre foi atrapalhado
Mas quando pego na viola começou a ser respeitado
Fazendo festa e tocando pra caraio
O tróço ta diferente, avisa os concorrente
Que esses piá vão da trabaio

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Rafael Marques / Renan Marques · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Renan
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.