No meio do passo, no meio da estrada
No meio do mundo

No meio do incerto, no meio da vida
Em busca de um novo rumo

Levando memorias, derrotas e glórias
Marcadas na pela crua,

Do corpo cansado entregue ao acaso
Da sorte que se cultua

Voo inteiro é amor
Eu não posso evitar
Na verdade eu não vou
Eu não vou evitar

Vou assim como quem
Não quer nada demais
Voo inteiro é amor
Eu não posso evitar

O vento espalhando, as ondas quebrando
As pedras no meu caminho

A encruzilhada, a mata fechada
A chuva e a calmaria

No ar a resposta, a força vibrando
No corpo que se arrepia

No meio do mundo, um novo começo
Sem pressa se anuncia

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir