Alice no País das Armadilhas

Rogue


alice olha pro luar
calmo e sereno
a imaginar como seria
não se enganar
com quase tudo
e não se arrepender por nada

finge esconde muda tudo
todo dia cai levanta chora
se arrepia fala grita canta
sua agonia de viver vivendo
uma armadilha

em outro lugar
talvez bem longe
onde pode estar a liberdade
vive no passado
pensando num futuro
que talvez nem vá chegar

finge esconde muda tudo
todo dia cai levanta chora
se arrepia fala grita canta
sua agonia de viver vivendo
uma armadilha

segue o coelho branco
pra não se perder
foge do escuro
sempre a temer

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog