Foto do artista Roma de Janeiro

Vida de Boêmio (part. Toninho Geraes)

Roma de Janeiro


Vida de boêmio é danada
Sair, beber, cair e levantar
Tocando a noite até de madrugada
Mesmo sem carona pra voltar

Sempre tem cerveja bem gelada
E um amigo pra comemorar
Quem larga e quem arruma namorada
Quem canta e quem não para de dançar

Depois, no dia seguinte, de ressaca levantar
Mesmo não querendo é preciso trabalhar
Já fui empregado, faxineiro, até garçom e motorista
Mas nunca imaginei virar sambista

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Aldo Verducci / Simone Paoletti. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais posts