Hoje me sinto tão disperso
Por não saber ao certo a medida da razão
E peço, com o coração confesso
Que ouça minha alma e todo meu clamor

Mais nada pode me fazer mudar, selar a minha voz
Eu tenho mil razões sinceras
Não quero Te esquecer

Não vou me entregar, até a última lágrima restar
Até a última lágrima
Não vou me entregar, até a última lágrima restar
Até a última lágrima

Hoje me sinto tão disperso
Por não saber ao certo a medida da razão
E peço com o coração confesso
Que ouça minha alma e todo meu clamor

Mas nada pode me fazer mudar, selar a minha voz
Eu tenho mil razões sinceras
Não quero Te esquecer

Não vou me entregar, até a última lágrima restar
Até a última lágrima
Não vou me entregar, até a última lágrima restar
Até a última lágrima

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Eduardo Faro. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Ana. Legendado por Amanda e mais 3 pessoas. Revisões por 3 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog