Seu safado, descarado
Sem vergonha é o que você é
Espiei na agenda do seu celular
Nunca vi tanto nome de mulher

Opa, que você ta fazendo com meu telefone ai há?
O que eu to fazendo e, seu chinelo sem vergonha
Vem aqui que eu vo expricar vem

Hoje eu descobri
Porque seu celular é mascarado
Pois tá sempre desligado
E na minha frente não quer atender
Eu já tava desconfiada
Até espiar na agenda para ver
Um festival de nomes de mulher
Agora vem aqui, quero saber

Quem é essa tal de Janaína
Essa é aquela tua prima, lembra?
E essa aqui, a tal de Bruninha
Essa é a professora ali da escolinha
E essa Odete, também é da escola?
Não essa é a esposa do beiçola
Pois escuta sem vergonha
Não venha com essa explicação furada
Pega as tuas troxa e se manda
Já vi que não te falta namorada
Mas meu amor
Meu amor é o cacete
Eu já estou cansada dessa história
E leva o telefone com você
E apaga o meu nome da memória

Mas meu bem, eu mereço uma chance vai!
Você merece e um par de chifres, seu vagabundo.

Hoje eu descobri
Porque seu celular é mascarado
Pois tá sempre desligado
E na minha frente não quer atender
Eu já tava desconfiada
Até espiar na agenda para ver
Um festival de nomes de mulher
Agora vem aqui, quero saber

Quem é essa tal de Janaína
Essa é aquela nossa prima mulher
E essa aqui? Bruninha
Essa é a professora ali, da escolinha
E essa Odete seu descarado? Quem é ha?
Pois é a esposa do beiçola mulher
Pois escuta sem vergonha
Não venha com essa explicação furada
Pega as tuas troxa e se manda
Já vi que não te falta namorada
Mas meu amor
Meu amor é o cacete
Eu já estou cansada dessa história
E leva o telefone com você
E apaga o meu nome da memória

Ora essan não aturo esse tipo não,
Além de sem vergonha, querendo me enrolar
Que chinelagem!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir