A vida se esvai no suor do operário
Mais um dia que sai sem itinerário
Sem pressa pra voltar ao ponto de partida
Trabalhando em busca de uma saída

O trem que me trouxe até aqui
Nunca se sabe a hora que ele vai partir
Minha vida vai de estação em estação
Esta sempre foi a minha condição

Eu quebro a corrente pra me libertar
Eu quero uma passagem para viajar
Eu quero o direito de me defender
Eu quero o melhor pra mim e pra você

A vidraça quebrada em revolta
O tempo que passa nunca mais volta
O sol se põe como esperado
Estou mais do que acostumado
Eu vejo tudo ao entardecer
Assisto tudo pela tv....

U quebro a corrente pra me libertar
Eu quero uma passagem para viajar
Eu quero o direito de me defender
Eu quero o melhor pra mim e pra você

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir