O preto que hoje é livre foi escravo
Só vivia no chicote do senhor
Trabalhava toda a noite e todo dia
Foi infértil lá ninguém manda eu não vou
Mais o facista que é cheio de hipocrisia
Tem a mania pela distinção de cor
Se por acaso jesus cristo fosse preto
Com esse preconceito ele não tinha vlaor

Ô senhor, preto também é filho de deus criador

O preto quando nasce pobre veio
Não creio que ele viva sem sofrer
Se é feio e não tem a oportunidade
Se é pobre quem é que vai lhe querer
Mais acontece que eu conheço a humanidade
Sei que mais tarde ela vai se arrepender
O preconceio dessa gente é vaidade
Ninguém é responsável de ser preto por querer

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts