Não tampa o ouvido da plateia se eu desafinar
Não cala a minha boca se eu amar demais
Não fecha minha janela pra não serenar
Não apara a minha queda pra eu não me esfolar
Casquinha no joelho sai no mês que vem

Deixa
Que o canto saia ruim
Desde que venha do coração

Vai honrar a força que te faz cantar

Não arranca o couro da cabeça se ninguém gostar
Não acha que eu travo guerra quando eu peço paz
Não tampa minha viola se a festa acabar
Não mede sua palavra pra ela não partir
Meu canto acorda a alma de quem quer ouvir

Deixa
Que o canto saia ruim
Desde que venha do coração

Vai honrar a força que te faz cantar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir