Nada está assim por um acaso
Vi nos seus olhos um passo em falso

Na inconstância de suprir
As verdades pelo ar
O que te trouxe aqui
Se quer fugir?

Tento achar alguém em seu descaso
Você mirou no alvo errado

Agora eu deixo me invadir
A vontade de calar
É o que te faz cair
Te faz sumir

Mesmo que tente desatar
O nó será em vão
Ninguém mais pode parar

Fechei a porta do nosso futuro
Sem volta até o último segundo
Vou viver, sonhar
Já não há mais tempo pra esperar
E mergulhar
Sem ter medo de me afogar

Almejo alcançar novos abraços
Rasgando de uma vez o nosso laço

Agora que eu percebi ao me reinventar
Há uma luz em mim
Por todo lugar

Então volto a seguir
Meus passos pelo chão
É como ressurgir
E me encontrar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir