Eu sou o seu melhor amigo
O sentimento mais primitivo
Seu momento mais sincero, seu combustível

Eu sou a gota mais amarga
A sua face verdadeira
O sorriso mascarado e vazio

Não, não tente me apagar
Não tem porque relutar
Eu sempre estive aqui

No grão de areia ahh
Que você finge não ver
Nas suas veias ahh
No seu ar

Eu sou a luz que te alimenta
Sou o sono intranquilo
Sou o vento compassado e frio

Não, não tente me apagar
Não tem porque relutar
Eu sempre estive aqui

No grão de areia ahh
Que você finge não ver
Nas suas veias ahh
No seu ar

No seu ar , No seu ar, no seu ar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Renato Pagliacci / Sabrina Sanm. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais no Blog