Parece que ficar é usar
Que o amor é diferente por não ser descartável
E não se ensoberbece porque já usou

Se essa geração te ensinou errado
Então volte um pouco ao passado
Onde quem amava se casou
E desfrutou do amor
E fez você
Fruto do amor que é você
Que faz o amor acontecer por outro alguém que te ama
Que te ama

Vamos dar a volta na praia
Vamos ver a Lua de saia
Vamos plantar a semente do amor no altar do divino
Vamos esperar o jardim crescer e colher a medida certa
Pra não nos enfadar e não cansarmos um do outro

Parece que ficar é usar
Que o amor é diferente por não ser descartável
E não se ensoberbece porque já usou

Se essa geração te ensinou errado
Então volte um pouco ao passado
Onde quem amava se casou
E desfrutou do amor
E fez você
Fruto do amor que é você
Que faz o amor acontecer por outro alguém que te ama
Que te ama

Vamos dar a volta na praia
Vamos ver a Lua de saia
Vamos plantar a semente do amor no altar do divino
Vamos esperar o jardim crescer e colher a medida certa
Pra não nos enfadar e não cansarmos um do outro

Parece que para quem saber ler
O pingo é você que quer casar comigo
Vai casar comigo

Parece que quem sabe escrever
Me escreveu e deu para você me ler
E casar comigo
Parece que para quem sabe ler
O pingo é você que vai casar comigo
Que já casou comigo

Parece que quem sabe escrever
Me escreveu e deu para você me ler
E casar comigo
Parece que para quem sabe ler
O pingo é você que vai casar comigo
Eu caso

Vamos dar a volta na praia
Vamos ver a Lua de saia
Vamos plantar a semente do amor no altar do divino
Vamos esperar o jardim crescer e colher a medida certa
Pra não nos enfadar e não cansarmos um do outro

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir