De Bar Em Bar, Didi Um Poeta

Samba do Rei


Hoje eu vou tomar um porre,
Não me socorre que eu tô feliz
Nessa eu vou de bar em bar
Beber a vida que eu sempre quis
E no bar da ilusão eu chego,
É pura paixão que eu bebo
Amor me deseja, me dá um chamego,
Me beija e faz um cafuné
Bebo vem e bebo vai que nem maré,
Balança mas não cai, boêmio é
Bebo vem e bebo vai que nem maré,
Balança mas não cai, boêmio é
Garçom, garçom,
Bota uma cerva bem gelada aqui na mesa
Que bom, que bom,
Minha alegria deu um porre na tristeza
Poeta enredo da canção,
Cartilha que eu aprendi
Canta a ilha a emoção,
Saudade de você, didi
Amor, amor, eu vou,
É nessa aqui que eu vou
O sol vai renascer do meu astral
Amor, amor, eu vou, ô esquindô, esquindô
Num gole eu faço um carnaval

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog