Quando amava, nao fingia
Como um cao, voce me agredia
Como se eu fosse unico adestrado, é voce
Eu acreditava nas sua roubadas
E voce maltratava, as minhas costas
E ficava comedo da ladra, é voce

E Hoje lhe digo que não
Não vou ficar comedo de voce
E em troca me deixa preso confuso,
Pensando em voce
Nossa dor, que deixou a roubar meu coração
Se acredito que não seja já vera
quando estas aqui.
A Dor Sumiu.

Nos meus meu sonho me perseguem
Me matam ao quebrar
A ladra que é voce

Sempre alto, sempre baixo
Terminando voltando nada é igual
O que vi antes aqui.

Não ha nada que dizer
Ja nao tenho que mentir
Com a sua traição eu vou

Não existe voce e eu
Não aguento sua pressão, Eu Vou
O que voce viu é o que não sou
O que voce viu vai te prender.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir