Caneta de Ouro

Seir Di Castro

exibições 459

Tu tens buscado, e não tens encontrado
E até já pediu, mas não recebeu
Tu tens falado e pensas não ser ouvido
E até já clamou mas ninguém respondeu

Nesta longa estrada caminhas mas não chegas
Procuras mas não vê a confirmação de Deus
Quando pensas que estou longe de ti
Ouvirás a minha voz dizendo "eis me aqui"

Para que sofrer? Para que gemer? Para que chorar?
E lamentar se o nosso Deus, pode resolver
Se o teu pranto durar a noite inteira
Fique certo meu irmão, pela manhã a alegria vêm

Tu desesperas e se entristece
E às vezes esquece o que o sábio falou
Pra tudo há um tempo, e chegará ou seu tempo
Então dê ouvidos a o que diz o senhor

Lá no céu já guardei o seu tesouro
E com caneta de ouro anotei os pedidos teus
Quanto tudo já parece não ter fim
Ouvirás a minha voz dizendo "eis me aqui"

Para que sofrer? Para que gemer? Para que chorar?
E lamentar se o nosso Deus, pode resolver
Se o teu pranto durar a noite inteira
Acredite meu irmão, pela manhã a alegria vêm