Por muito tempo eu fiquei calada
Mesmo vivendo tanta coisa errada
Um pesadelo que não tinha fim
Sempre era assim

E essa rosa agora não adianta nada
Mais uma vez, sua desculpa não apaga
As marcas dessa dor
Que você deixou

E a gente não se olha mais do jeito que se olhava
Você não toca em mim do jeito que você tocava
Amor que dói
Não é amor, não, não, não, não

E a gente não se ama mais do jeito que se amava
Você não toca em mim do jeito que você tocava
Amor que dói
Que cala a voz, não é amor

Eu não calo a minha voz
Vou gritar por todas nós
Eu não calo a minha voz
Não

Eu não calo a minha voz
Se for preciso, vou gritar por todas nós
Eu vou deixar meu coração falar
Saber que eu me amo e não vou me calar

Se atinge uma, atinge todo mundo
Machuca uma, machuca todo mundo
Você não tá sozinha, não
Então por que não tira a tua voz do mudo?

E a gente não se olha mais do jeito que se olhava
Você não toca em mim do jeito que você tocava
Amor que dói
Não é amor, não, não, não, não

E a gente não se ama mais do jeito que se amava
Você não toca em mim do jeito que você tocava
Amor que dói
Que cala a voz, não é amor

Eu não calo a minha voz
Vou gritar por todas nós
Eu não calo a minha voz
Não

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Pablo Bispo / Ruxell / Sérgio Santos / Winnie · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Ana, Legendado por Julia
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.