Não amarre o touro, (no pé da cajarana)
Eu quero o touro amarrado (no pé da cajarana)
Eu já amarrei o touro e você não desamarra,
Se não agente se atraca e eu te mato num estouro
Vai ser grande e desastroso minha volta etiana me passe numa cigana, esteje bem avisado.
O touro fique amarrado (no pé da cajarana)
Oh me amarre o touro (no pé da cajarana)
Eu juro, quando eu lhe juro, que se eu pensar em touro,
Como o nome vale ouro, quando que tu ta de touro,
Quem não quer nem apuro, eu entrego a bastiana,
Limpe os pés essa semana dos meus desventurados.
Comigo é prego batido e a ponta bem virada,
Marque a hora da chegada que eu estou bem prevenido,
Pode vir todo exibido a tua certeza cura, diga adeus a "Bastiana" se considera o finado,
Eu não sou cão latino e sempre fui homem valente,
Mas tem coisa que agente é quem faz o mal distino
Sou pai de quatro meninos, e se eu for sentenciado
Mesmo sendo um finado eu te entrego a bastiana
Se assim tem razão é um caso de família,
Terminou toda folia acabou toda questão
Se nós dois somos irmãos, como meninos criados,
Quero ver tudo educado e viva bem com a bastiana

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir