Os caminhos que me levam são as veias desse interior...
O meu sangue corre sem parar, peão de rodeio boto pra ganhar.
A estrada ensinou o que sei o que sou, minha vida, minha sorte, essa estrada mudou.
Meus amigos meus amores, minha casa é onde eu me deito,
No meu peito bate um coração metade cigano metade alazão.
A estrada ensinou o que sei o que eu sou, minha vida, minha sorte, essa estrada mudou.
Essa estrada ensinou o que sei o que sou, minha vida minha sorte, essa estrada mudou.
Pelos os rodeios escrevi a minha historia, derrotas e vitórias eu conheço de cor,
Onde quer que eu vá, eu levo comigo o sonho de um dia ser o melhor, ser o melhor

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir