Romance Noir

Skank

exibições 22.370

Fim de semana, fim de tarde
Eu mexo o gelo do copo com o dedo
Melhor sozinho, até porque
A solidão é uma velha amiga

As persianas clichezadas
Não filtram a poeira dourada
Esse escritório às vezes dá impressão
De um pardieiro suspeito

Longa avenida eu sei, mas eu preciso encontrar
Outra saída eu sei, pra esse romance noir

A sombra entra lentamente
Enquanto o trânsito ecoa distante
Não sei porque ela insiste...
Mas não vou, não vou pensar nisso agora

Como também não vou pensar
Que o amor tem seus próprios fios
A chuva desce com trovões
E da janela observo a fiação

(refrão)

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir