Corre em minhas veias sangue nordestino
Orgulho que sinto
Dessa terra desse sol!
Avisto olinda do alto mais linda
A noite me fascina
Escuto o som do mar
Do maracatu rural
Sertão do agreste
Do homem cabra da peste
Macho que nem guará
Sem o que plantar
Dói no coração
Tanta humilhação
Sofrimento e dor
Oi, oi, oi, oi, oi, ô
Ai, ai, ai, ai, ai, ai, ai, ai, ai
Oi, oi, oi, oi, oi, ô
Dói no coração!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts