A pedra da Batateira

Rema, rema, reô. Rema, rema rea.
Da pedra a água brotou
E o sertão virou mar.

Rema rema reô. Rema rema rea.
Me acuda bom senhor
Que o mar vai me carregar.

Da pedra a água brotou e o sertão virou mar
Me acuda bom senhor
Que o mar, ô o mar.

Me leva pra ver minha nega,
Me carrega mãe Iemanjá
Pra longe dos braços do mar me leva
Me livra de uma baleia me pegar.

Neste sertão
Serrado sem uma lagoa
Comprei uma canoa
Furada pra me banhar.
Vendedor sabido
Tapou com cera
Disse que era besteira
Precisava nem remar.

E um beato penitente lá na rua
Disse que mulher nua
No inferno vai arder
No fogo vai se queimar.

Me leva pra ver minha nega,
Me carrega mãe Iemanjá
Pra longe dos braços do mar me leva
Me livra de uma baleia me pegar.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir