Vento Dos Areais

Soweto


Nosso amor
Ora és flor
Rude ao vento dos areais
Ora és flor
A bailar
Num mar de sonhos reais

Nem sempre o amanhã
Vem nos braços do Sol
Nossos medos e receios

Se resumem em paz se saciar no mel
Temos muito mais se refletir no azul do céu
Quando fazemos amor

Jura
O desejo e a loucura
O suor e a formosura
Numa límpida mistura
De amor

O sonho vem pra boca e soa natural
Fortalece o anseio de brigarmos até o final
Sentimos que então valeu

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Claudinho De Oliveira. Essa informação está errada? Nos avise.
Revisões por 5 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog