Preciso confiar
Nas palavras do Mestre
Ele veio e venceu
O próximo a vencer aqui
Pode ser eu

Tão triste homem que confia
Em seu próprio braço
Senhor, enquanto eu viver
Estarei no Teu abraço

Eu vou ouvir Suas palavras
E confiar nelas
Expulsarei o mal com a minha fé
Caminharei sobre as palavras que disser

Se eu confiar
Nas palavras do Salvador
Não importa o que o homem falou
Se, por acaso, me diminuiu
Foram só palavras, não me definiu

Quem me chamou de filho
Foi o Criador
Quem disse que eu podia ir
Sobre a morte, triunfou
Foi Ele quem me chamou

Se eu confiar
Nas palavras do Salvador
Não importa o que o homem falou
Se, por acaso, me diminuiu
Foram só palavras, não me definiu

Quem me chamou de filho
Foi o Criador
Quem disse que eu podia ir
Sobre a morte, triunfou
Foi Ele quem me chamou

Tão triste homem que confia
Em seu próprio braço
Senhor, enquanto eu viver
Estarei no Teu abraço

Eu vou ouvir Suas palavras
E confiar nelas
Expulsarei o mal com a minha fé
Caminharei sobre as palavras que disser

Se eu confiar
Nas palavras do Salvador
Não importa o que o homem falou
Se, por acaso, me diminuiu
Foram só palavras, não me definiu

Quem me chamou de filho
Foi o Criador
Quem disse que eu podia ir
Sobre a morte, triunfou
Foi Ele quem me chamou

Se eu confiar
Nas palavras do Salvador
Não importa o que o homem falou
Se, por acaso, me diminuiu
Foram só palavras, não me definiu

Quem me chamou de filho
Foi o Criador
Quem disse que eu podia ir
Sobre a morte, triunfou
Foi Ele quem me chamou

Sobre a morte, triunfou
Foi Ele quem me chamou
Sobre a morte, triunfou
Foi Ele quem me chamou

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Ana Beatriz. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Ronaldo. Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts