Lembro de quando eu era novo
Planejava dominar o mundo com o pessoal da creche
E mãe cortava meu cabelo
Ignorava qualquer senso de estética que eu
Poderia vir a ter

Não consigo dormir com tantos filmes passando
Se eu fecho os olhos vejo infinitos momentos
Sempre voltando no tempo e mudando o futuro
Tentando me encaixar

Não pensava em qualidade de vida
Eu só queria sal, açúcar e aromatizantes
Ei soldadinho, tá perdidinho
O lance é inventar
Fazer teu próprio rolimã

Não consigo dormir com tantos filmes passando
Se eu fecho os olhos vejo infinitos momentos
Sempre voltando no tempo e mudando o futuro
Tentando me encaixar

Eu não preciso disso
Alguém desliga os aparelhos e me ajuda a respirar
Eu não preciso disso
Alguém desliga os aparelhos e me ajuda a levantar

Ei soldadinho, tá perdidinho
O lance é inventar
Fazer teu próprio rolimã

Não consigo dormir com tantos filmes passando
Se eu fecho os olhos vejo infinitos momentos
Sempre voltando no tempo e mudando o futuro
Tentando me encaixar

Sempre voltando no tempo e mudando o futuro

Ei soldadinho, tá perdidinho
O lance é inventar, fazer teu próprio amanhã

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Carol Navarro / Leonardo Ramos / PAULO VAZ / Pedro Toledo Ramos / Raul De Paula · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Eduarda, Legendado por TheDarkinght
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.