Se o que pensamos é o que somos, podemos evitar
Mas não podemos escapar do que nos cerca em nossa mente
Que é totalmente diferente daquilo que nos ensinaram até o presente

Cansado de tudo que cerca o meu ser
Prefiro o silêncio nem vou me envolver
Com gente que suga e não vem pra somar
Não quer meu sorriso e me impede de andar pra frente
Não sabe de nada inocente
Tô sempre um passo à frente, então toma seu rumo
O que é certo sucede e o contrário eu anulo!

Tudo é tão fútil, difícil é ser útil
Então pra que vencer, sobreviver, crescer?
Tô buscando um lugar, mas não sei se eu vou encontrar
Correndo, fugindo do que me aprisiona
E impulsiona a descer muito mais que subir

Eles querem te convencer, ey
Querem te testar pra ver
Tão jogando pra te ver colher
Se aproximam de você, nem vem
Tão te usando de kit
E na cabeça a coroa é o meu Flip
Ey, Mano, não é de hoje que cê tá pagando de parsa
E aqui quem compra uma treta paga de Loki de graça!

Meu estado é confuso, por vezes recluso
Mas eu me recuso a acreditar que o que tenho vivido não é só perdição
É uma desconstrução no coração, que molda nosso ser e mente
Consciente de que vai pra frente, aprendendo o que faz bem pra gente
A mente é o seu maior e mortal oponente

É só um ponto de vista, resista!
Seja um imã de sonhos, quem quer conquista!
Tô mudando de endereço e assim sucede
Tô cansado desses figurantes do Walking Dead!
Eu quero um bom lugar, mas não quero alugar
E ter um canto ainda que precise me endividar
Não precisa roubar, mas tem que concordar
É tão difícil quanto conseguir se aposentar
O quinto elemento é tipo o novo pensamento
Tô tentando ser positivo, é um incentivo, repetitivo e tão clichê
Mas é verdade, a gente atrai o que transmite e você sabe

Melhor se precaver

Tudo é tão fútil, difícil é ser útil
Então pra que vencer, sobreviver, crescer?
Tô buscando um lugar, mas não sei se eu vou encontrar
Correndo, fugindo do que me aprisiona e impulsiona a descer muito mais

Tô tentando suportar
Te usam de escada pra tentar crescer
Mas desse jeito fica impossível
Bando de canalha daqui dá pra ver
Era melhor eu ser invisível, sumir, pra não ter que ouvir
Tentando fazer minha luta ser em vão
Falta de senso de quem diz ter razão

Eu tô bem
Às vezes no veneno, mas eu tô de alta
Mas quando convém, eles fingem que tem, ya

Esses caras que pensam que dominam
E a vida vai mais longe
Tá gastando a grana
Mas em casa come grama
E a família passando fome

Eles nunca sabem por que
Mas não acreditam que eu tô sempre bem, ey
Tô no game então vai vendo, ah!
Sem tempo pra perder, ahn

Eu corro por mim e por nós, tru
Os fracos escutam minha voz

Cê não tá ligado
O que eu sonhei tá acontecendo
Tô curtindo a festa
Mas vivendo de verdade
E vou sem medo
Plow!

Eu sei que o caminho é longo
Mas pensei no quanto eu estive aqui
Sem medo do tempo
Sofrido mas nunca lamento!
O que eu falo eu faço, pode vir cobrar
Compromisso que gera respeito!

Evite aquele que só quer se dar bem
E mesmo que digam que você não vai ter
Pois te subestimam até que você possa voltar
Mas o importante é nóis aqui e agora junto no que vem, ey

Cuidado, não perde o trem!
Hoje os amigo tão correndo, a família é quem vem
Cê não sabe quem é quem, tão pagando mais de 100k
Tão querendo essa cabeça, mas até que cê tá bem!

Tudo é tão fútil, difícil é ser útil
Então pra que vencer, sobreviver, crescer?
Tô buscando um lugar mas não sei se eu vou encontrar
Correndo, fugindo do que me aprisiona
E impulsiona a descer muito mais

Tô tentando suportar
Sugam teu sangue pisando em você
Mas desse jeito fica impossível
Bola na blunt pra tentar esquecer
Era melhor eu ser invisível, sumir, pra não ter que ouvir
Facada nas costas e falta de união
Falta de senso de quem diz ter razão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir