exibições 7

Chão e Contramão

Tango Charles


Nem todo dia é são
Nem todo chão é contramão ou pedra pra voar

Dois homens a falar
Dois anjos a profetizar o preço do jantar

Uh! Eu passo devagar na sua estrada
Não aprendeu a amar o devaneio madrugada

Olha, a ácida cidade sob o céu
Olha, infinito dentro de um papel

Não quero mais pensar
Nem falar e disparar rancor, sem nunca te escutar

Quem joga pedra não vê
Quem joga pedra não quer se ver

Olha, ácida cidade sob o céu
Olha, infinito dentro de um papel

Quem joga pedra não vê
Quem joga pedra não quer se ver
Quem joga pedra não vê
Quem joga pedra não quer se ver

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog