Sinto uma saudade de você,
E do rancho de sapê.
Minha viola não mais geme,
Que maldade!
Choro tristemente esta saudade.

Meu Deus, quero a minha liberdade,
Estou farta da cidade,
Quero a lua e o meu sapê.
Quero conviver com a natureza,
Quero frente tal beleza,
Ser menor que não sei que...
Quero rever minha jangada,
Meu cavalo pela estrada,
Meu sonoro violão.
E o caboclo que eu amo,
E não esqueço,
Então darei descanso ao coração.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts