E acordo após um pesadelo
Com muito sangue e omissão
Vejo as marcas em meus punhos
Cravados a ferro por sua ambição

Quem sentiu essa dor vai se vingar sem ter medo
Quem sentiu essa dor vai se vingar sem ter medo

E as armadilhas estão prontas
E ao caminhar olhe pro chão
Peguei as correntes pra te prender
Ajoelhe agora e implore o perdão

Quem sentiu essa dor vai se vingar sem ter medo
Quem sentiu essa dor vai se vingar sem ter medo

Você só colheu o que plantou na sua vida
Semeou o ódio que espalhou, praga maldita
Você só colheu o que plantou na sua vida
Semeou o ódio que espalhou, praga maldita

Quem sentiu essa dor vai se vingar sem ter medo
Quem sentiu essa dor vai se vingar sem ter medo
Você só colheu o que plantou na sua vida
Semeou o ódio que espalhou, praga maldita
Você só colheu o que plantou na sua vida
Semeou o ódio que espalhou, praga maldita

Praga maldita!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts