Chega, já era, vai fundo
Vai pelo buraco da consolação
Seu coração já é dela
Melhor nem lutar não tem mais salvação
Sei que daqui por diante
Mais nada de bom pode acontecer
A coisa já ficou feia e é tudo que eu não desejei pra você

Então por quê não desiste
E desce rolando até os Jardins
Vamos pro fundo do poço
Pois não tem mais nada pra você aqui

Você não via que o mundo está podre
Porque estava cego de amor
Não ouça aquele ditado
Pois a esperança há tempos se foi

Se você não acredita
E mesmo assim quer ir pela contramão
E vai correndo pro centro aonde morava o seu coração
Sei que não vai gostar nada do que encontrar quando chegar por lá
O centro do peito vazio
Que abandonaram depois de usar

Então você só se encolhe num canto daquele vazio de dar dó
Fica com frio e com medo
Numa rua suja de sangue e de pó
E quando a noite cair e o cobrir por completo de escuridão
Você enfim poderá enxergar
Que beleza que é o amor

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir