Cilindrada

Tom Zé

exibições 945

A cilindrada fina
meninamorada
me deixou na mão
curto-circuito, pô!,
que martelouqueceu
também meu coração.
Quanta paquera
paquê, paquerei
para me vingar daquela dor,
500 watts, queimando óleo diesel
e distorção: pirou meu transmissor
pirou meu transmissor.

E me doía
na pele
no pêlo
tirado por minha
maldita patota
que me lembrava
da pele
do pêlo
(veludo)
daquela cocota.
Que foi viver
sua vida de
suavidade
pelas bocas e me desmamou
quando me deixou:
o meu ouvido, que andava
pregado na saia dela
pra ficar escutando o raspar da sua coxa
ela desligou.
A cilindrada fina
meninamorada
me deixou na mão
curto-circuito, pó!,
que martelouqueceu
também meu coração

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir