Dia, mania
Tarde covarde
Noite, açoite
Minha mãe, calma e serena
Com seu sorriso inseguro
Toda vestida de branco
De parecer mentira
Hoje parece verdade
Menino, levante cedo
Menino, não chegue tarde
Dia, folia
Tarde covarde
Minha mãe no seu piano
Morrendo dentro da tarde
Com seu sorriso mais puro
Toda vestida de branco

Eu só quero pensar
Que um dia você possa ser
Minha pedra da lua
Minha paixão
Meu coração
Velando os meus passos
Velando os meus tropeços
Menino, não morra cedo
Menino, não chegue tarde
Dia, mania

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir