Lembro-me de uma aldeia perdida na beira
A terra que me viu nascer
Lembro-me de um menino que andava sozinho
Sonhava vir um dia a ser
Sonhava ser cantor de cantigas de amor
Com a força de Deus venceu
Dessa pequena aldeia o menino era eu

E hoje a cantar
Em cada canção trago esse lugar no meu coração
Criança que fui e homem que sou, e nada mudou
E hoje a cantar não posso esquecer
Aquele lugar que me viu nascer
Tão bom recordar aquele cantinho
E os sonhos de menino

Tenho a vida que eu quis
Nem sempre feliz mas é a vida que eu escolhi
Infeliz no amor, mas no fundo cantor
A vida deu-me o que eu pedi
Se eu pudesse a voltar de novo a sonhar
Faria o mesmo podem crer
E aquele menino eu voltaria a ser

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Legendado por Marco e mais 2 pessoas. Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts