As coisas mais antigas
Como cartas e flores
São muito mais bonitas
Prefiro preto e branco do que as cores

Talvez seja verdade
O que eu procuro pode não existir
Não sei se é possível esquecer
O que eu nunca conheci

Refrão:
Alguém que me prove que o amor ainda existe
Alguém que me olhe como eu sempre quis
Alguém...
Por quem eu perca o ar

Agora pare um pouco
E olhe entre as linhas
Se houver algo novo
Quando as suas mãos pegarem nas minhas

Talvez já seja tarde
Com pouco tempo pra poder sonhar
Então por que ainda sinto o que eu sinto ao ver você passar?

Refrão

Quando as minhas mãos pegarem nas suas (Por quem eu perca o ar)
Quando as suas mãos pegarem nas minhas (Por quem eu perca o ar)

Refrão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir