No meio da fumaça
O ar da sua graça
Invade o meu pulmão
Escorre pelo sangue

Chega até a cabeça
bate no coração
Entra por todos os poros
E sai pela menina dos olhos

Como um raio sem trovão
Como um raio sem trovão
Como um raio sem trovão
Como um raio sem trovão

Você que não me vê
Não sabe que eu existo
Sou um ilustre desconhecido
Um poeta de araque

Cyrano de beijorac
Cyrano de beijorac
Cyrano de beijorac
Cyrano de beijorac

Cyrano Cyrano
Cyrano Cyrano
Cyrano Cyrano
Cyrano Cyrano

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir