exibições 30
Foto do artista Turma do Pagode

Ainda É Tempo Pra Ser Feliz/ Fogueira de Uma Paixão/ Zé do Caroço (pout-pourri) (part. Leci Brandão)

Turma do Pagode


Vem pros meus braços, meu amor, meu acalanto
Leva esse pranto pra bem longe de nós dois
Não deixe nada pra depois
É a saudade que me diz
Que ainda é tempo pra viver feliz

Me cansei de ficar mudo
Sem tentar, sem falar
Mas não posso deixar tudo
Como está, como está você?

Tô vivendo por viver
Tô cansada de chorar
Eu não sei o que fazer
Você tem que me ajudar
Tá difícil esquecer
Impossível não lembrar você
E você, como está?

Com o fim do nosso amor
Eu também tô por aí
Já não sei pra onde vou
Quantas noites sem dormir
Alivia a minha dor
E me faça, por favor, sorrir

Vem pros meus braços, meu amor, meu acalanto
Leva esse pranto pra bem longe de nós dois
Não deixe nada pra depois
É a saudade que me diz
Que ainda é tempo pra viver feliz

Vem pros meus braços, meu amor, meu acalanto
Leva esse pranto pra bem longe de nós dois
Não deixe nada pra depois
É a saudade que me diz
Que ainda é tempo pra viver feliz

E nesse vai ou não vai fiquei meio sem direção
Cometa que passou bem longe dos olhos da multidão

Se fez manhã, dormi
Mas antes eu senti
Você tocar em mim
Mas já não dava, não

Se fez manhã, dormi
Mas antes eu senti
Você tocar em mim
Já não dava, não

Todos os galos cantaram (eu sonhei)
Todas as chuvas caíram (com você)
Todos os gatos brigaram (e nem quis)
Todos os ovos frigiram (acordar)
Todas as camas rangeram (sonho bom)
Seu corpo nu só dormia (de sonhar)
Ao lado o meu fervilhava (mas, amor)
Na madrugada tão fria (deixa estar)

Sem saber se lhe acordava (eu sonhei)
Ou se eu lhe possuía (e não foi)
Mas que você eu sonhava (sonho em vão)
Pois no seu sonho queria (padeci)
Ter com você uma vaga (ilusão)
No leito que se ilumina
Com a fogueira de uma paixão

No serviço de auto-falante
Do morro do Pau da Bandeira
Quem avisa é o Zé do Caroço
Amanhã vai fazer alvoroço
Alertando a favela inteira

Como eu queria que fosse em Mangueira
Que existisse outro Zé do Caroço (Caroço, Caroço)
Pra dizer duma vez pra esse moço
Carnaval não é esse colosso
Minha escola é raiz, é madeira

Mas é o Morro do Pau da Bandeira
De uma Vila Isabel verdadeira (verdadeira)
Que o Zé do Caroço trabalha
Que o Zé do Caroço batalha
E que malha o preço da feira

E na hora que a televisão brasileira
Distrai toda gente com a sua novela
É que o Zé põe a boca no mundo (ele faz)
É que faz um discurso profundo
Ele quer ver o bem da favela

Está nascendo um novo líder
No morro do Pau da Bandeira
Tá nascendo um novo líder
No morro do Pau da Bandeira
No morro do Pau da Bandeira
No morro do Pau da Bandeira

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Acyr Marques / Arlindo Cruz / Leci Brandão / Luiz Carlos Da Vila / Sombra / Sombrinha · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Madelene
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.