Johnny p.a.

Quando eu boto o pé na rua eu vou na boa e na fé
Esqueço todos os problemas e começo o rolé
Tô na pista a mais de cem, na velô me sinto bem
Rap no meu disc man e o meu skate no pé

Com a manobra que eu crio vou varando o meio fio
A cidade è o rio e tem muita mulher
Me divirto com o que eu faço em qualquer lugar que eu
Passo
É muita história pra contar vai dizer que não é...ae

Refrão:

Eu sou daquele que é da paz quando planta cresce
Eu sou daquele quando faz sabe que acontece
Sou rimador minha vida é dedicada ao rap
Skatista é o terror não importa o cep

Quando boto o pé na rua encontro com a multidão
Respeito toda a malandragem longe da confusão
Só energia positiva isso ajuda na manobra
Enquanto a minha roda roda eu corro mais que ladrão

A lixa rasga o pisante o tornozelo é mutante
Me quebro todo no asfalto skate é a minha paixão
No meu rolé viciante o ritmo é alucinante
Felicidade no semblante skate é a solução

Refrão:

Eu sou daquele que é da paz quando planta cresce
Eu sou daquele quando faz sabe que acontece
Sou rimador minha vida é dedicada ao rap
Skatista é o terror não importa o cep

A lixa rasga o pisante o tornozelo é mutante
Me quebro todo no asfalto skate é a minha paixão
No meu rolé viciante o ritmo é alucinante
Felicidade no semblante skate é a solução

Refrão:

Eu sou daquele que é da paz quando planta cresce
Eu sou daquele quando faz sabe que acontece
Sou rimador minha vida é dedicada ao rap
Skatista é o terror não importa o cep

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir