Foto do artista Ultimato

Cidade Sol (passagem de som, Fabrica do Rock)

Ultimato


O Porto que nao e velho mas que ta tao serio
Que nao me agrada ler noticias estampadas nos jornais
Tem muita gente aqui fugindo de tudo
Se escondendo do mundo, sem tempo pra poder se achar
Ah ah, eu tento evitar, realmente poucas coisas pra comemorar
Ja ta ficando normal, mas eu nao devo aceitar
Ainda tenho meu direito de reinvidicar

Nao deixe o odio escravizar a sua vida para sempre
Nao seja mais um filho desse vicio inconsequente
Entao faa a sua cerca, escolha a eltrica
Alarmes a laser, sistema de canhao
Concluindo tudo e o que vamos fazer
E pagar na intencao de se proteger

Nao deixe o odio escravizar a sua vida para sempre
Nao seja mais um filho desse vicio inconseqente
Andar na rua sem se preocupar com assalto
Andar armado ata parece protecao
Eu nao esqueo do Vinicius meu irmao

Refrao

E nao se compra seguranca nao
Roubo, corrupcao tambem e agressao
E nao se compra seguranca nao
Roubo, corrupcao na minha casa nao

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Bruno Jose / Diego Bentes / Gracildo Jr / Rodolfo Bartolo · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Michelle
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.