Ô mulata
Dessa mistura que passa
Pelo tempo do Brasil colonial
Exalta o Brasil império
A república
Rainha da beleza nacional

Hoje prestamos essa homenagem
A seus belos feitos triunfal
Apresentando em passarela
Você como a mais bela nesse carnaval

Oi vem vem vem cá (vem vem vem cá)
Abram alas minha gente
Deixa a mulata passar

Foi a pioneira da integração
Da luta, amor e raça
Trouxe para o seio da imensidão
Abraça a miscigenação

Canto e dança no gongá
Tem batuque no terreiro
Para encantar a mulata
No nosso torrão brasileiro

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Mauro Pereira / Waldimir / Wantuil · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por João
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.