Foto do artista Vanessa da Mata

Quando Deixamos Nossos Beijos Na Esquina

Vanessa da Mata


Passei naquela esquina outro dia
Você ainda estava lá
Procurando os beijos que deixamos
Pelo chão espalhados

Foi sem querer
Que provocamos o mal-estar
E deu contágio
Escaparam beijos
Nos homens frios, mulheres secas
Nos mortos vivos
Espalharam fogo do arco-íris
Velhos esquecidos, bombeiros
Pedreiros, picolezeiros
E o pai de santo com o padre brincaram

Amor o nosso bem foi deixar escapar
Nossos beijos pelo chão soltos no mundo
Que o mundo está doente
Todos sabem, mas não tratam
O mundo precisa de mais amor por favor

Passei naquela esquina outro dia
Você ainda estava lá
Procurando os beijos que deixamos
Pelo chão espalhados

Foi sem querer
Que provocamos um bem-estar
E deu contágio
Escaparam beijos
Nos homens frios, mulheres secas
Nos mortos vivos
Espalharam fogo do arco íris
Velhos esquecidos, bombeiros
Pedreiros, picolezeiros
E o pai de santo com o padre brincaram

Amor o nosso bem foi deixar escapar
Nossos beijos pelo chão soltos no mundo
Que o mundo está doente
Todos sabem mas não tratam
O mundo precisa de mais amor por favor

Macumba de beijo
Mais magia de amor
Macumba de beijo

Macumba de beijo
Amém, Shalon, Asé, Adonai
Namastê

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir