Eu Bebo Para Esquecer

Velhas Virgens

exibições 19.942

Vítima de uma traição covarde
Dentro do meu peito a saudade arde
Na testa os chifres não me deixam mentir
Se eu bebo, é para esquecer o nome daquela fulana
Disse que me amava e agora me engana
E hoje assombra as minhas noites sem dormir

Eu bebo para esquecer o que ela me fez
E também o seu rosto
Eu bebo tudo para esquecer o desgosto
Eu bebo mesmo, eu sou o pior corno do Brasil

Eu bebo, eu viro tudo guela abaixo
Eu bebo pra ver se faço um despacho
E mando essa vaca pra puta que pariu

Então me diga qual é o nome dela
É Regina não
É Maralina não
É Severina
Eu já bebi tanto que me confundi

Então me diga qual é o nome dela
É Telma não
Então é Selma não
Será Joelma
Eu já bebi tanto que me esqueci

Na mesa do bar onde bebo eu sou humilhado
Me chamam de corno manso e de viado
Dizem que eu não mereço viver
Um homem quando leva chifre e não dá porrada
Não merece respeito, não merece nada
Acho que só me resta beber até morrer

Me dói demais o coração e eu tomo conhaque
vodka, saquê, fernet, araque
Peço ajuda aos céus
Mas Deus já nao me escuta

Eu preciso tirar o nome dela do meu pensamento
Eu preciso acabar com esse sentimento
Eu preciso esquecer aquela filha da puta

Então me diga qual é o nome dela
É Luciana não
É Mariana não
É Adriana
Eu já bebi tanto que me confundi

Então me diga qual é o nome dela
É Elisabete não
Maria Odete não
Será Claudete
Eu já bebi tanto que me esqueci

E quer saber, um chifrezinho não mata ninguém
É só passar uma lima
E tudo fica bem
E se for comparar os chifres dela com os meus
Ela tem muito mais pra beber do que eu
Eu só tenho dois ela tem mais de cem
E fui eu que pus

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir