Quase Famosos

Velhas Virgens

exibições 5.926

Será que o tempo não serve pra nada?
Quase 9 horas nessa velha estrada
Vendo motos e topetes de todos os tipos
Vendo james dean se tornando um mito
Sabendo pouco e usando a intuição
Temendo o fogo, não a lava do vulcão
A bebida confunde as palavras mas o pensamento não
Fomos guitarristas, bruxos, progressivos
Fomos alquimistas, loucos impulsivos
O tempo passou levando jovens e idosos
Em meados de 2000 éramos quase famosos

Ao final desse dia que leva os sonhos embora
Quase 9 drinks de uma mesma história
Vendo brigas de gangs e correntes arrastadas
Vendo gente de luto e caras despedaçadas
Ouvindo quase nada e seguindo o coração
Querendo que o amor nos salve da destruição
O cigarro ajuda mas nem sempre agimos com razão
Fomos punks, junkies, fomos quase tudo
Fomos darks, rastas, pelo mundo
O chão se abriu e enterrou vales maravilhosos
Em meados de 2000 éramos quase famosos

O que mais pode acontecer nesse dia
9 sonhos perdidos em apenas uma vida
Marcados no tempo, não muito distante
Com a mente afiada e pensamento constante
Quebrando barreiras, rompendo o padrão
Limpando a sujeira com as próprias mãos
Sentimentos e nervos a flor da pele
Será que foi tudo em vão?
Raul, morrison, cazuza, lennon e janis
Bon scot, sid vicious, elvis e hendrix
Nossos ídolos seguiram caminhos tortuosos
Em meados de 2000 éramos quase famosos

Ao final deste último minuto de viagem
Sem eira nem beira 9 minutos na bagagem
Vendo gente sem rumo por todos os lados
Vendo almas serem entregues ao diabo
Trazendo porções de amizade e salvação
Mas só para os outros, pra nós mesmos não
Arrastando os sonhos perdidos todos pelo chão
Fomos velhas, viúvas, fomos virgens e vênus
Fomos fortes e ousados mas choramos por menos
O ar já não sufoca, já não somos criminosos
Em meados de 2000 éramos quaserfamosos
Estamos juntos e vivos
E somos quase famosos

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir